2 de agosto de 2009

O Kinetographo Portuguez

Estávamos no ano de 1896. Foi a primeira sessão de cinema em Portugal. “Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança” (um remake da “Sortie de l'usine Lumière à Lyon”, filmada pelos irmãos com o mesmo nome), apresentado a 12 de Novembro de 1896. Seu realizador: Aurélio da Paz dos Reis, o primeiro realizador do cinema português.

                                                             Aurélio Pais dos Reis, em 1896

                                                         

                                                                   Cartaz alusivo à sua estreia

                                                              

Neste dia noticiava o “Jornal de Notícias”:

«O espectáculo de hoje apresenta o Kinetógrapho Portuguez, sendo exibidos 12 perfeitíssimos quadros, 7 nacionais e 5 estrangeiros. Os quadros portugueses representam o seguinte: «Jogo do Pau» (Santo Tyrso), «Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança», «Chegada de um Comboio Americano a Caboucos», «O Zé Pereira nas Romarias do Minho», «A Feira de S. Bento», «A Rua do Ouro» (Lisboa), «Marinha». O espectáculo é completado com a companhia de Zarzuela que se fará ouvir nas peças Música Clássica, Las Campanelas (primeira apresentação) e «Os Africanistas». O kinetógrapho português funciona no intervalo do 2º para o 3º acto»

                                              “Saída do Pessoal Operário da Fábrica Confiança” 

                                    

No dia seguinte o jornal “Primeiro de Janeiro” noticiava:

«Hontem apresentação do kinetórgrapho portuguez, pelo Sr. Aurélio Paz dos Reis teve êxito completo. Tanto as vistas estrangeiras como as nacionais, d'estes principalmente «O jogo do Pau» e a «Saída das Costureiras da Fábrica Confiança» foram acolhidas com grandes salvas de palmas».

Depois de apresentações no Porto e Braga, Aurélio Pais dos Reis segue para o Rio de Janeiro, mas falhas técnicas tornam a tourné num fiasco, e acaba a sua carreira de cineasta.

Sem comentários: