24 de fevereiro de 2016

Estalagem do Castelo do Bode

A “Estalagem do Castelo do Bode”, localizada junto à Barragem do Castelo do Bode”, em Tomar,  foi inaugurada em 1 de Janeiro de 1954. Projectada pelo arquitecto Jacobetty Rosa, foi construída em 1946, para servir de alojamento e restaurante, aos engenheiros e quadros superiores responsáveis pela construção da “Barragem do Castelo do Bode”, que decorreu entre 1946 e 21 de Janeiro de 1951, data da sua inauguração.

Após ter sido inaugurada a Barragem, e praticamente 3 anos depois, a Estalagem, restaurante e bar, seria reconvertida em “Estalagem do Castelo do Bode”, com os seus 8 quartos (5 duplos e 3 single), após algumas adaptações e equipada com mobiliário desenhado por José Espinho e fornecido pelos Móveis Olaio”.

Planta inicial da Estalagem

                        Foto de 29 de Julho de 1949                                                  Foto de 09 de Julho de 1950

  

Foto por altura da inauguração da “Barragem do Castelo do Bode” em 21 de Janeiro de 1951

Interior da “Estalagem do Castelo do Bode”

 

 

Anúncio de 1955                                                             Etiqueta de bagagem

     

Criada a “Enatur - Empresa Nacional de Turismo E.P.” como empresa pública em 1976, passando a deter e a gerir o património das Pousadas de Portugal,  a “Estalagem do Castelo do Bode” passa a “Pousada de São Pedro” e passa, igualmente, a integrar o universo das Pousadas de Portugal. Nesta altura a Pousada é ampliada passando a oferecer 17 quartos e 1 suite.

Nesta altura, era lembrada a frase de António Ferro, antigo e falecido director do “SNI - Secretaria Nacional de Informação” : «Quando um hóspede deixar de ser tratado pelo nome, para ser conhecido pelo número de quarto que ocupa, estaremos completamente desviados do espírito das Pousadas.»

Em 2003 tem lugar a nacionalização da “Enatur”, em que o Estado alienava 49% do capital social. Saiu vencedor o grupo “GPP - Grupo Pestana Pousadas”, constituído pelo Grupo Pestana (59,8%), Grupo CGD (25%), Fundação Oriente (15%) e mais duas empresas com 0,2% (“Agência Abreu” e “Portimar”). Assim em 1 de Setembro de 2003, o GPP tornou-se responsável pela exploração da Rede atual de Pousadas por um período de 15 anos, com possibilidade de extensão por mais 5 anos, caso fosse cumprido um plano de expansão complementar (mais 2/3 Pousadas ou mais 200 quartos) e, também, com a possibilidade de extensão por mais outros 5 anos caso seja cumprido o plano de internacionalização das Pousadas de Portugal

Pouco tempo depois, a “Pousada de São Pedro” foi colocada à venda por 1,1 milhões de euros, e poucos meses após o seu encerramento, em Outubro de 2003, altura em que o grupo Pestana já geria a rede das Pousadas de Portugal. Na altura o grupo hoteleiro considerou, com base numa análise económica efectuada anteriormente pelo Estado, que a pousada não tinha condições de sobrevivência, já que desde 1993 que o equipamento obtinha resultados operacionais negativos.

Após  anos de encerramento a “Pousada de São Pedro” á adquirida, por 1 milhão de euros,  pelos  tomarenses António Lourenço dos Santos (ex-Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros) e Ana Vian Costa (enfermeira), - a quem ficou entregue a montagem e a direcção técnica desta pousada - que passam a ser os promotores de um projecto inovador para a região, e que consistiu na recuperação e remodelação da Pousada  e adapta-la a Pousada para Seniores. Para tal fundam, em 2006, a “ABES - Companhia de Assistência, Bem Estar e Serviços para Seniores” que viria a inaugurar em 29 de Junho de 2008, a nova “ABES Pousada Para Seniores”.

“ABES - Pousada Para Seniores”

Do ponto de vista do alojamento as instalações da Pousada contam com o edifício principal, que dispõe, em dois andares de 17 quartos e uma suite. Existe ainda um edifício anexo que dispõe de 7 quartos duplos. Todos os quartos possuem casa de banho, instalações para telefone e TV, e climatização controlada. As instalações comuns são amplas e funcionais, dispõem de excelente localização panorâmica, estando em sintonia com as exigências de um estabelecimento hoteleiro de categoria superior. Conta com assistência de enfermagem, e serviços de reabilitação funcional, nomeadamente ginástica e hidroterapia, tendo para tal, sido construído um ginásio e uma pequena piscina de hidromassagem. A presença médica é bissemanal.

Interior da “ABES - Pousada Para Seniores”

fotos in: Memória Digital de Thomar, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, ABES Pousada

Sem comentários: