15 de janeiro de 2016

Antigamente (125)

Numa estrada alentejana …

Noutra …

Num caminho alentejano

Azeitonas da “Conservas Alimentícias - Cordeiro, Santos & Ferreira Lda.”, em Estremoz

 

Fotos in: Artur Pastor

2 comentários:

João Celorico disse...

Caro José Leite,

Bem curiosa a foto do transporte de mamãs e bebés. Meio de transporte adequado, pois em vez de carroça puxada a muares, escolheu-se um meio muito mais vagaroso (sem piada aos alentejanos) e sem grandes balanços para conforto dos passageiros. Estes, devidamente preparados contra as radiações solares, mostram que o saber do povo nunca esteve à espera de campanhas a avisar contra o cancro da pele. O índice de natalidade, pelos vistos, era bem elevado. Parecia um transporte para a creche???
O “motorista” também devidamente equipado e calçado com o que havia de mais “moderno”, a “sola pé”!
No meio disto tudo, estranhei, à primeira vista, um carro de bois no Alentejo mas, pensando bem, os campos deviam ser trabalhados com gado bovino.

Cumprimentos,

João Celorico

José Leite disse...

Caro João Celorico

Tudo bem observado.

Quanto ao ser no Alentejo ou não a foto da carroça, assim "rezava" a legenda de onda a mesma foi retirada ... mas bois existem em todas as regiões do país ... :)

Mais uma vez grato pelos seus comentários e observações, de mais valia e sempre pertinentes.

Cumprimentos

José Leite