14 de maio de 2014

Capela das Escravas do Sagrado Coração de Jesus

Em 1947 foi inaugurada a “Capela das Escravas do Sagrado Coração de Jesus”, situada na Rua dos Remédios , à Lapa em Lisboa. A capela é pertença do “Externato das Escravas do Sagrado Coração de Jesus”, anteriormente Colégio, e localizado no mesmos terrenos e com entrada principal pela Rua de São Félix.

  

 

No dia 25 de Março de 1944 colocou-se a primeira pedra da “Capela das Escravas do Sagrado Coração de Jesus”, na Rua dos Remédios, perpendicular à Rua de São Félix, que dava entrada para o Colégio.

Foi autor deste projecto estilo neo-romântico, o arquitecto Carlos Rebelo de Andrade, e a Capela seria inaugurada  três anos mais tarde, em 1947, sendo considerada por muitos como uma pequena jóia de arte, tendo ganho  um prémio de arquitectura.

Imagens do interior da Capela em 1947

Capela das Escravas.2 

 

 

  

Vitrais de Lino António

 

 

 

A história desta congregação começa em 14 de Julho de 1933 com a chegada a Lisboa de duas Irmãs, com o encargo de procurar uma casa onde se pudessem instalar com as alunas de Barcelona, caso fosse necessária uma fuga de Espanha, devida aos graves conflitos políticos e consequentes fortes movimentos anti-clericais que daí sucederam.
 
Pouco tempo depois, a situação relativa ao ensino religioso em Espanha melhorou e desistiu-se da ideia. Mas, no momento em que se foram despedir do senhor Cardeal Patriarca, este propôs-lhes que fundassem um Colégio para as meninas espanholas residentes em Lisboa.

Assim, no dia 16 de Novembro de 1933, abriu o “Colégio das Escravas do Sagrado Coração de Jesus” na Calçada da Estrela, mas, como as alunas espanholas eram poucas, o Colégio transformou-se em Colégio para meninas portuguesas. Depois de várias mudanças de residência, o Colégio instalou-se definitivamente no edifício que hoje ocupa, tendo passado afuncionar a partir de 7 de Outubro de 1938.

Interior da Capela actualmente

Entretanto no site das “Escravas do Sagrado Coração de Jesus” pode-se ler:

«A partir do ano letivo de 2013/2014, nós, Escravas do Sagrado Coração de Jesus, deixámos o Colégio de Lisboa, passando o Colégio de Santa Maria, do Movimento de Schoenstatt, a usar as nossas instalações bem como a assumir os nossos alunos que assim o quiseram e parte dos nossos colaboradores.»

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

Sem comentários: