24 de novembro de 2013

Casa de Repouso de Abrunhosa-a-Velha

A “Casa de Repouso” de Abrunhosa-a-Velha, foi mandada edificar em 1927, pelo médico e benemérito Professor Dr. Sebastião Cabral da Costa Sacadura (1877-1966), natural desta aldeia. Abrunhosa-a-Velha é uma freguesia do concelho de Mangualde, no distrito de Viseu, vizinha da Serra da Estrela.

Exteriores da “Casa de Repouso” em Outubro de 1940

 

 

O Prof. Dr. Cabral Sacadura, foi um proeminente médico ginecologista, que m 1927 era director da “Maternidade Magalhães Coutinho”, e em 1932 já era subdirector da “Maternidade Alfredo da Costa” (tendo assumido mais tarde o cargo de Director, após aposentação de Augusto Monjardino) e Director da Clínica Obstétrica da mesma maternidade.

Sebastião Cabral da Costa Sacadura (1877-1966)

A “Casa de Repouso” situada no Casal de S. Sebastião, foi construída no cimo da aldeia, para fracos e convalescentes, que, pela sua situação, higiene e conforto, era dos melhores estabelecimentos, desta natureza que existiam em Portugal. Os seus clientes eram, maioritariamente, estrangeiros que vinham de comboio e eram transportados em charretes, o que de certa forma contribuía para dar uma animação diferente a povoação de Abrunhosa-a-Velha.

Interiores da “Casa de Repouso” em Outubro de 1940

 

 

«Não direi que ela é pobre nem humilde, porque não a fiz para mim e para os meus. Mandei-a construir com outros desígnios. Senti que ela podia, numa região como esta e nas condições que a cercam, fornecer benefícios a muitos que se acolhessem debaixo dos seus tectos.» Prof. Dr. Costa Sacadura

Capela privativa da “Casa de Repouso” denominada “Capela de São Sebastião” 

 

Inicialmente era servida por um modesto apeadeiro de combóios, e que em 25 de Agosto de 1935 seria substituído por um novo e mais funcional, promovido pela “Companhia dos Caminhos de Ferro da Beira Alta”. Na mesmo dia seria inaugurado o troço de estrada feito pela Junta Autónoma das Estradas, que ligaria este novo apeadeiro ao povoado, e cuja distância entre este e a Casa de Repouso era de 500 metros.

Inauguração do novo Apeadeiro em 25 de Agosto de 1935, na “Gazeta dos Caminhos de Ferro”

  

Apeadeiro, actualmente. No topo pode-se observar o painel de Jorge Barradas alusivo à Casa de Repouso

 

Devido à descoberta duma nascente de águas medicinais, de natureza radioactiva, com rádio em dissolução, de efeitos salutares em várias doenças, a “Casa de Repouso” obtém a concessão de exploração, e passa hotel termal, denominado “Hotel Mira Serra”. 

O, actualmente denominado, “Hotel Rural Mira Serra” ainda hoje existe, profundamente remodelado e modernizado em 1997.

“Hotel Rural Mira Serra”

 

 

O “Hotel Rural Mira Serra”, dispõe de 20 quartos, todos eles equipados com ar condicionado, televisão, rádio, telefone directo e casa de banho completa. Dos quartos poderão ser observados excelentes vistas panorâmicas sobre a Serra da Estrela e as suas aldeias.

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Hemeroteca Digital, Hotel Rural Mira Serra

2 comentários:

Infor Paulo disse...

Viva Amigo José leite.

Fiquei feliz em saber que foi remodelado em 1997 e não deixado ao abandono.

Um abraço

Paulo Rodrigues

Otília Rodrigues disse...

Bem-haja pela discrição. Meu pai contou-me exactamente o que está descrito. O Professor era médico da minha mãe. Ainda me recordo das suas barbas brancas.
Cumprimentos
Maria Rodrigues