3 de novembro de 2011

Paquete “Moçambique”

O primeiro paquete “Moçambique” (1912-1939) e ainda movido por máquina a vapor foi adquirido pela “CNN - Companhia Nacional de Navegação”, em 1912 para a carreira da África Oriental. Tratava-se de um navio usado mas quase novo, construído na Escócia, em 1908, para a “Compagnie Maritime Belge” com o nome “Bruxellesville”, com 5.771 toneladas, 122 metros de comprimento e equipado com uma máquina a vapor de 4.950 lhp, e 133 tripulantes.

                                                                     Paquete “Moçambique (1912-1939)                   

                                        

                                         Moçambique.10

Em Outubro de 1918 , este paquete foi alvo de uma epidemia de pneumónica, na viagem de regresso de Moçambique para Lisboa, e supostamente contraída em Cape Town, da qual resultou a morte de 191 passageiros, dos 819, e 2 tripulantes, dos 133. Após ter chegado a Lisboa a 20 de Outubro, o navio permaneceu fundeado em Belém durante mais três dias para quarentena, e no final da qual os passageiros foram transferidos para o Lazareto de Porto Brandão.

                                                                                            1926

                                       

Este primeiro paquete “Moçambique” navegou com a bandeira da CNN até 1939 ano em que foi desmantelado.

O novo paquete “Moçambique” (1949-1972), e o seu gémeo do “Angola” de (1948-1974), foram os primeiros paquetes portugueses equipados com motores diesel, sendo na altura o maior e mais moderno navio de passageiros da CNN.

                                                                 Paquete “Moçambique (1949-1972)

                   O paquete “Moçambique” em manobras de aproximação e atracação ao cais de Alcântara em Lisboa

         

Construído no estaleiro “Swan,Hunter & Wigham Ricaherdson, Ltd.”, em Newcastle, foi lançado á água em 1 de Dezembro de 1948 e entregue à “Companhia Nacional de Navegação” em 15 de Outubro de 1949.partindo para a sua viagem inaugural, a partir de Lisboa, em 19 de Novembro de 1949.

                           Escadaria de acesso à 1ª classe                                          Sala de Jantar da 1ª classe

         

                               Sala de música da 1ª classe                                                       Varanda-café

         

Nas suas viagens regulares às Áfricas Ocidental e Oriental escalava habitualmente os portos da Madeira, S. Tomé, Luanda, Lobito, Moçâmedes, Cape Town, Durban, Lourenço Marques, Beira, Nacala e Porto Amélia.

Mais uma um paquete com o nome de “Moçambique” estaria ligado a uma epidemia … Em 1957 e de regresso de África em 1957, transportou passageiros contaminados com a perigosa gripe asiática; que contaminaria Lisboa e, de seguida o resto do país.

                                                                                           Piscina

                                       

Características:

Tonelagem de arqueação (t.a.b.): 12.796 t
Propulsão: 2 motores diesel “Doxford Engine” de 6.500 BHP cada. Potência total: 13.000 BHP
Veios de hélices: 2
Comprimento: 167,50 m 
Boca (largura): 20,50 m
Velocidade máxima: 18 nós
Passageiros: 749, assim distribuídos:
1ª Classe - 93
2ª Classe - 141 
3ª Classe - 102
3ª Classe suplementar - 413
 
Tripulação: 212

                                                                        Publicidade da CNN, em 1949

                                              

                                                                                             1960

                                                          

fotos in: Hemeroteca Digital, Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian, Navios e Navegadores, Blogue dos Navios e do Mar

O paquete “Moçambique é vendido em 29 de Setembro de 1972, para ser desmantelado para sucata em Kaohsiung, na Ilha Formosa (Taiwan).

Para a feitura deste artigo foi consultado também o livro: «Paquetes Portugueses», de Luís Miguel Correia, Edições Inapa, Lisboa, 1992

2 comentários:

Anónimo disse...

Viajei no "Moçambique" em 1963 de L. Marques para Nacala.
Gostei de rever o navio pelas suas fotos.
Bem hajam

Anónimo disse...

Em 1956 viajei no paquete Moçambique com os meus Pais de Lourenço Marques a Lisboa, ida e volta.