15 de junho de 2011

E. Pinto Basto & Cª, Lda.

Acerca da família Pinto Basto, o Barão de Forrester no ano de 1853, em Londres escrevia num artigo intitulado: “The Prize Essay on Portugal”

“Os Ferreira Pinto Basto são uma família muito antiga e muito próspera que crescem e multiplicam-se conforme os mais rigorosos princípios patriarcais, que se unem no pacto filial e fraternal, e que formam de maneira linda e perfeita uma comunidade entre eles. Cultivam o seu próprio milho, azeitona, fruta, lúpulo e legumes; criam os seus próprios cavalos, gado, ovelhas, e porcos; produzem o seu próprio pão, vinho, manteiga, queijo e óleo, e refinam o seu próprio couro; constroem os seus próprios coches; são os arquitectos e construtores das suas vastas residências; são empreiteiros de obras públicas e, não raramente, de empréstimos governamentais também. Desde o Minho ao Algarve, possuem um conjunto de pousadas em propriedades suas, com uma distância entre elas de um dia de caminho.”  Texto in ‘Grupo Pinto Basto’

A Pinto Basto surge em Portugal no ano de 1771 quando Domingos Pinto Basto, um comerciante do Porto, se associa aos seus dois filhos e funda uma importadora e exportadora sediada naquela cidade, que gozou de uma excelente receptividade. As operações comerciais cresceram de uma forma significativa e, rapidamente a empresa conquistou um lugar de destaque na vida económica e empresarial da época.

Em 1816 a família Pinto Basto ganha o contrato do Tabaco e saboarias, que começa a vigorar no dia 1 de Janeiro de 1818, sendo o tabaco nessa altura a 2ª maior receita do Estado. Em 1822 a sede da firma passa para Lisboa e em 1911 é criada e registada a firma "E. Pinto Basto & Cª., Lda." sendo proprietários Eduardo Pinto Basto e seu irmão Teodoro Ferreira Pinto Basto.

Loja e escritórios, na Praça Duque de Terceira (Cais do Sodré), em 1964

A "E. Pinto Basto  & Cª, Lda.",  hoje "Grupo Pinto Basto", não está mais instalada neste edifício. É outra agência de viagens que as ocupa, a "Agência Abreu’" fundada na cidade do Porto no ano de 1840., sendo esta a agência de viagens mais antiga do mundo, sendo, além disso, a empresa de maior dimensão que opera no sector de viagens e turismo em Portugal. Nessa época era grande a emigração do norte do País bem como da Galiza para a Venezuela e para o Brasil.

Interiores da “E. Pinto Basto & Cª”

 

Aspecto de duas das montras da loja

                             

fotos in: Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

O protagonismo conquistado foi tal que conduziu à eleição da "E.Pinto Basto & Cª., Lda.’" para presidir à prestigiada Associação Comercial de Lisboa.

Durante os três séculos da sua existência muitas foram as suas actividades, desde os contratos dos tabacos às indústrias da porcelana. É José Ferreira Pinto Basto que no início do século XIX, que Influenciado pelo sucesso da fábrica de vidro da Marinha Grande, decide criar uma fábrica de “porcelanas, vidro e processos químicos de seu nome "Fábrica de Porcelana da Vista Alegre". É porém nos transportes que se encontra a sua linha de continuidade. Em 1933 chega a fornecer 5 destroyers á armada portuguesa.

Os negócios da empresa  empresa "E.Pinto Basto & Cª., Lda’" tornam-se muito variados desde comércio de carvão, agência de navegação, corretores de seguros, etc… como os três anúncios abaixo descrevem.

                        1913                                                         1940                                                           1959

 

Em 1991 comemora os seus 200 anos, estabelecendo-se em 2002 em Angola sob a designação "Pinto Basto Angola". Seguiu-se a abertura de escritórios do "Grupo Pinto Basto" em Espanha e Inglaterra em 2007 seguindo-se em 2008 a abertura da "Pinto Basto Ásia" em Hong-Kong e da "Pinto Basto Ibérica". Neste momento, actua, também, nas áreas financeiras, serviços e indústria da segurança.

5 comentários:

Carlos Henriques disse...

Bom dia,

Excelente post, temos que lembrar também que foram os Pinto Basto percursores do desporto em Portugal, nomeadamente o Remo e Futebol,

um abraço,

Carlos Henriques

José Leite disse...

Caro Carlos Henriques

Já agora no futebol tambem

A família Pinto Basto teve um papel fundamental na introdução do futebol em Portugal.
Foram os bisnetos do fundador da Vista Alegre que dinamizaram a prática deste desporto que desperta tantas paixões. Guilherme, Eduardo e Frederico Pinto Basto estudaram em Inglaterra, país que desenvolveu a modalidade, como hoje a conhecemos, em meados do séc. XIX.
De regresso a Portugal, trouxeram este desporto consigo e em Outubro de 1888 organizaram o primeiro jogo de futebol, em Cascais. Em 22 de Janeiro de 1889, organizaram o primeiro jogo público em Portugal, que se realizou no Campo Pequeno, contra uma equipa inglesa, que os portugueses venceram por 1 ­ - 0.

Um abraço e grato pelos seus sempre atentos comentários

José Leite

Anónimo disse...

Bom dia!há meses que procuro informação sobre o meu tetra-avô Bodo Pressler dono da Pressler & Cª que segundo apurei estaria relacionado com o Eduardo Ferreira Pinto Basto e respectiva firma já que aparece num jornal brasileiro da época como (p.p.)penso que por procuração Pinto Basto & Cª. Onde conseguiu as informações sobre esta firma? Talvez eu conseguisse + inf. sobre o meu tetra.Muito obrigado Ana Pressler apressle.lda@gmail.com

José Leite disse...

D. Ana Pressler

Já em tempos nos falámos acerca do seu tetra-avô Bodo Pressler dono da Pressler & Cª.

Acerca do texto que compõe o artigo em questão, é uma compilação de vários que fui «apanhando» na internet, numa aturada busca.

Creio que se contactasse directamente o "Grupo Pinto Basto" eles lhe forneceriam alguns elementos históricos.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Vi que uma pessoa procura noticias da familia Pressler trabalhei na E.Pinto Basto no cais de sodré e tenho uma carta assinada pelo dire tor do pessoal ao nome de Manuel Frederico Pressler do ano 1962 data da minha saida da empresa