2 de agosto de 2009

O Primeiro Filme Sonoro Português

Em 1931 o filme "A Severa", realizado por Leitão de Barros, foi o primeiro filme sonoro feito em Portugal. Foi produzido pela empresa cinematográfica “Filmes Albuquerque Limitada” .

                                                                     Publicidade em 1943

                                                  1943 Filmes Albuquerque

Maria Severa Onofriana, nasceu em Lisboa, no Bairro da Madragoa, em 1820. Era filha de Severo Manuel e Ana Gertrudes. A sua mãe era proprietária de uma taberna e tinha por alcunha "A Barbuda", devido à barba que tinha na cara. A Severa era uma prostituta alta e graciosa, que cantava o fado (especialmente numa taberna da Rua do Capelão).

Teve vários amantes conhecidos, entre eles o Conde de Vimioso (Dom Francisco de Paula Portugal e Castro) que, segundo a lenda, era enfeitiçado pela forma como cantava e tocava guitarra, levando-a frequentemente à tourada. Ainda segundo a lenda, teria morrido devido a uma indigestão de borrachos.


                                             1931 A Severa

A sua fama ficou a dever-se em grande parte a Júlio Dantas cuja novela "A Severa" viria a originar uma peça levada à cena em 1901, bem como ao primeiro filme sonoro português. Morreu de tuberculose a 30 de Novembro de 1846 na rua do Capelão, na Mouraria, em Lisboa, tendo sido sepultado no cemitério do Alto de S. João numa vala comum.

                                                           Publicidade à exibição do filme no Porto

                                                           

Sem comentários: